Gabinete de Promoção do
Programa Quadro de I&DT

NMP+B - Nanotecnologias, Materiais avançados, Biotecnologias, Fabrico e Transformação avançados

Orçamento: 4,21 mil milhões EUR (2014 – 2020)

As Nanotecnologias envolvem um espetro largo de tecnologias em evolução, com potencial comprovado e com um impacto revolucionário em, por exemplo, materiais, TICs, ciências da vida, cuidados de saúde e bens de consumo, desde que a investigação seja traduzida em produtos e processos de produção inovadores. O foco das atividades financiadas nesta tecnologia está relacionado com a disseminação e a responsabilização da aplicação das nanotecnologias na economia de modo a permitir benefícios de elevado potencial social e industrial. De forma a assegurar potenciais oportunidades, incluindo a criação de novas empresas e novos postos de trabalho, a investigação deverá fornecer as ferramentas necessárias para a implementação correta de padrões e regulamentação.

O objetivo da investigação e inovação em Materiais avançados é o de desenvolver materiais com novas funcionalidades e desempenho melhorado para a obtenção de produtos mais competitivos que minimizem o impacto no ambiente e no consumo de recursos. Para acelerar o progresso, será necessária uma abordagem multidisciplinar e convergente, envolvendo química, física, ciências da engenharia, modelação teórica e computacional, ciências biológicas e design criativo industrial. Além disso, serão promovidas novas alianças ecológicas e inovadoras e simbiose industrial permitindo às indústrias diversificarem e expandirem os seus modelos de negócio e reutilizarem os resíduos como base em novas transformações, por exemplo o CO2 como base de carbono para química refinada e combustíveis alternativos.

No caso do fabrico e transformação avançados, a investigação e inovação prende-se com a transformação atual das formas de produção industrial em direção a tecnologias de produção e processos intensivos em conhecimento, sustentáveis e trans sectoriais resultando em produtos, processos e serviços mais inovadores.

Na investigação e inovação em Biotecnologia o objetivo é desenvolver produtos e processos industriais competitivos, sustentáveis e inovadores e contribuir como motor da inovação em variados setores europeus tais como agricultura, alimentação, química e saúde. Outras fontes chave de inovação estão na interface entre biotecnologia e outras tecnologias facilitadoras e de convergência, em particular as nanotecnologias e as TICs, com aplicações em sensores e diagnóstico.

 

Actividades (linhas investigação e Inovação)

 

Oportunidades/benefícios para as Empresas (PME incluídas)

As nanotecnologias têm um papel crítico na resposta aos desafios identificados na estratégia europa 2020 para um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo. A exploração com sucesso desta tecnologia irá contribuir para a competitividade da indústria europeia. A União Europeia reconheceu a liderança da investigação em nanotecnologias com uma projeção de cerca de 4000 empresas na europa em 2015.
Também os materiais representam um passo chave no aumento do valor dos produtos e seu desempenho. O valor estimado e impato dos materiais avançados é significativo com uma taxa anual de crescimento de cerca de 6% e um mercado esperado na ordem dos 100.000M€ em 2015.

Através de fortes políticas europeias a europa fará crescer as indústrias existentes e abraçar as indústrias emergentes do futuro. O valor estimado e impato do setor do Fabrico e transformação é significativo com uma expetativa de mercado de cerca de 150.000M€ em 2015 e uma taxa de crescimento de cerca de 5%.

É por isso crucial reter o conhecimento e as competências e transferi-las para ambiente industrial para manter a capacidade de fabrico e transformação na europa.

Os possíveis encargos económicos das empresas europeias podem ser reduzidos pelo potencial dos processos biotecnológicos e dos produtos baseados em biotecnologia para reduzir as emissões de CO2. No setor biofarmacêutico europeu cerca de 20% das atuais medicinas aplicadas são derivadas da biotecnologia em que 50% são novas medicinas. A Biotecnologia també abre oportunidades para a exploração do enorme potenciar dos recursos marinhos para produção industrial inovadora e aplicações na saúde e ambiente.

Assim, é fácil constatar que existem variadas oportunidades para empresas, incluíndo PME, nas tecnologias acima mencionadas.

MAPA GERAL DO SITE