Gabinete de Promoção do
Programa Quadro de I&DT

DS2 - Segurança Alimentar, Agricultura e Silvicultura Sustentável, Investigação Marinha e Marítima e Águas Interiores e a Bioeconomia

Orçamento: 3,85 mil milhões EUR (2014 - 2020)

Ao longo das próximas décadas, a Europa irá enfrentar desafios decorrentes de um aumento da concorrência para a utilização de recursos naturais limitados e finitos, dos efeitos das alterações climáticas e da necessidade de providenciar um abastecimento sustentável, seguro e garantido de alimentos para a população europeia e para uma população mundial em crescimento.

Neste contexto, o Desafio Societal 2 tem como principal objetivo garantir um abastecimento suficiente de alimentos seguros e de alta qualidade e de outros produtos de base biológica através do desenvolvimento de sistemas de produção primária produtivos e eficientes na utilização dos recursos e a promoção dos serviços ecossistémicos conexos, juntamente com cadeias de abastecimento competitivas e hipo carbónicas, tendo em vista acelerar a transição para uma bioeconomia europeia sustentável.

Para que tal seja possível, os esforços interligados da investigação e da inovação serão elementos-chave na transição para a utilização otimizada e renovável dos recursos biológicos e para uma produção primária sustentável e sistemas de transformação que permitam produzir mais alimentos e outros produtos de base biológica com menores fatores de produção, menor impacto ambiental e emissões de gases com efeito de estufa, serviços ecossistémicos valorizados, resíduos nulos e valor societal adequado.

 

Atividades (linhas investigação e Inovação)
Oportunidades/benefícios para as Empresas (PME incluídas)

A agricultura, a silvicultura e as pescas, juntamente com as bioindústrias, são os setores mais importantes em que assenta a bioeconomia. Os investimentos em investigação e inovação no âmbito deste desafio societal irão contribuir para a produção sustentável de recursos renováveis provenientes dos meios terrestres e aquáticos e a sua conversão em alimentos, produtos de base biológica e bioenergia, assim como bens públicos conexos, que permitirão gerar um elevado valor acrescentado europeu e permitirão à Europa assumir a liderança nos mercados em causa.

O apoio específico às PME permitirá uma maior participação das explorações agrícolas, dos pescadores e de outros tipos de microempresas nas atividades de investigação e demonstração. Serão tidas em conta as necessidades específicas do setor de produção primária em termos de serviços de apoio à inovação e estruturas de proximidade. A implementação combinará uma vasta gama de atividades, incluindo atividades-piloto e de demonstração e ações de intercâmbio de conhecimentos, em que a participação de agricultores e intermediários será ativamente assegurada tendo em vista a utilização dos resultados da investigação.
MAPA GERAL DO SITE