Gabinete de Promoção do
Programa Quadro de I&DT

DS6 -Europa num Mundo em Mudança - Sociedades Inclusivas, Inovadoras e Reflexivas

Orçamento: 1,31 mil milhões EUR (2014 - 2020)

O objetivo deste desafio é promover um melhor entendimento da Europa, providenciar soluções e apoiar sociedades Europeias reflexivas, inovadoras e inclusivas no contexto de transformações sem precedentes e crescentes interdependências globais.

A Europa está confrontada com grandes desafios socioeconómicos que afetam significativamente o seu futuro. Estes incluem: crescentes interdependências culturais e económicas, envelhecimento e mudanças demográficas, exclusão social e pobreza, integração e desintegração, desigualdades e fluxos migratórios, o crescente digital divide,  um decrescente sentido de confiança nas instituições democráticas e entre cidadãos dentro e entre cada país.

Estes desafios vão além das fronteiras nacionais e necessitam por isso de análises comparativas para desenvolver uma base a partir da qual as políticas nacionais e europeias podem ser melhor compreendidas. Essas análises comparativas devem endereçar a mobilidade (de pessoas, bens, serviços e capital, mas também de competências, conhecimento e ideias) e formas de cooperação institucional, interações interculturais e cooperação internacional. Se não forem melhor entendidas e antecipadas, as forças da globalização irão empurrar os países europeus para uma competição entre si, em vez de cooperação, acentuando diferenças, em vez de semelhanças, e um desequilíbrio entre cooperação e competição. Tratar estas questões críticas, incluindo os desafios socioeconómicos, apenas ao nível nacional acarreta o perigo de uso ineficiente dos recursos, externalização de problemas para outros países Europeus e não-Europeus e a acentuação de tensões sociais, económicas e políticas que podem afetar diretamente os valores do Tratado Europeu.

No sentido de entender, analisar e construir sociedades inclusivas, inovadoras e reflexivas, a Europa requere uma resposta que assente no potencial de ideias partilhadas sobre um futuro Europeu para criar conhecimento, tecnologia e capacidades. O conceito de sociedades inclusivas percebe a diversidade na cultura, regiões e contextos socioeconómicos como uma força da Europa. É necessário transformar a diversidade Europeia numa fonte de inovação e desenvolvimento.

Esse esforço ajudará a Europa a enfrentar estes desafios não só internamente como também como ator global. Por sua vez, apoiará Estados Membros beneficiando-os com a partilha de experiências terceiras e permitir-lhes-á definir melhor as suas ações específicas correspondendo aos respetivos contextos.

 

Sociedades inclusivas

O objetivo é desenvolver um entendimento mais profundo das mudanças societais na Europa e o seu impacto na coesão social, bem como analisar e desenvolver inclusão social, económica e política e uma dinâmica intercultural positiva na Europa e com parceiros internacionais, através de ciência de ponta e interdisciplinaridade, avanços tecnológicos e inovações organizacionais.

Os principais desafios a endereçar concernam os modelos Europeus de coesão social e bem-estar, inter-alia, migrações, alterações demográficas, envelhecimento da sociedade, a deficiência, a educação e aprendizagem ao longo da vida, bem como a redução da pobreza e da exclusão social levando em consideração a diversidade cultural e regional.

O foco das atividades deverá ser o entendimento e promoção ou implementação:

 

Sociedades inovadoras

O objetivo é promover o desenvolvimento de sociedades e políticas inovadoras na Europa, através do envolvimento dos cidadãos, organizações da sociedade civil, empresas e utilizadores da investigação e desenvolvimento e na promoção de políticas coordenadas de investigação e desenvolvimento no contexto da globalização e da necessidade de promover os mais altos padrões éticos.

Apoio específico será providenciado ao desenvolvimento da ERA e ao desenvolvimento das condições base para a inovação.

O foco das atividades será em:

 

Sociedades reflexivas

O objetivo é contribuir para o entendimento da base intelectual da Europa: a sua história e as muitas influências Europeias e não Europeias, como inspiração para as nossas vidas, hoje. A Europa é caracterizada por uma variedade de diferentes povos (incluindo minorias), tradições e identidades regionais e nacionais, bem como por diferentes níveis de desenvolvimento económico e societal. A migração e a mobilidade, os média, a indústria e os transportes contribuem para a diversidade de vidas e estilos de vida. Esta diversidade e as suas oportunidades devem ser reconhecidas e consideradas.

As coleções Europeias em bibliotecas, incluindo as digitais, arquivos, museus, galerias e outras instituições públicas, têm uma riqueza de documentação e objetos por explorar. Estes recursos de arquivo, juntamente com a herança imaterial, representam a história de cada Estado Membro mas também a herança coletiva da União Europeia que emergiu através do tempo. Estes materiais devem ser tornados acessíveis, também através das novas tecnologias, a investigadores e cidadãos, permitindo um olhar ao futuro através dos arquivos do passado. Acessibilidade e preservação da herança cultural nestas formas são necessárias para a vitalidade da articulação entre culturas Europeias atuais e contribui para o crescimento económico sustentável.

O foco das atividades será:

 

Oportunidades/benefícios para as Empresas (PME incluídas)

A participação da indústria, incluindo PME é prevista em todas as ações do desafio Societal 6, com destaque para as atividades focadas na promoção da competitividade através, por exemplo, da exploração de novos modelos de negócio nas empresas e indústria. O estudo de soluções assentes nas ICT que contribuam para a modernização da administração pública e das empresas e indústria pode também encerrar oportunidades para as empresas.

MAPA GERAL DO SITE